UNIVERSIDADE POPULAR ABERTA DO III MILÊNIO

Jivaldo Capella, o CHATÔ da representação publicitária no Brasil

In Entrevistas on junho 29, 2009 at 11:04 am

POR MARCELO GUIMARÃES

Universitário ADM/ UFRJ

Jivaldo Capella, dono da JC Representações e Publicidade: "Assis Chateubriand foi um grande professor. Aprendi muito com ele."

Jivaldo Capella, dono da JC Representações e Publicidade: "Assis Chateubriand foi um grande professor. Aprendi muito com ele."

Trabalho, Honestidade e Família Unida são os ingredientes de quase 30 anos de sucesso da JC Representações e Publicidade

O professor: Assis Chateubriand.


Após mais de 40 anos da morte (faleceu em 4 de abril de 1968) de Assis Chateubriand, ícone da história da comunicação no Brasil, Chatô, como era conhecido, mostra que deixou marcas e estendeu seu sucesso a muitos de seus discípulos. Um deles: Jivaldo Capella, líder e idealizador da JC Representações e Publicidade, empresa com quase 30 anos de sucesso no mercado de representação publicitária brasileiro, que funciona como elemento de ligação entre os veículos de comunicação: jornais, rádios, emissoras de TV, principalmente do interior, e as agências de publicidade, os clientes representados por grandes firmas e por políticos.

“Chateubriand foi um grande professor. Ele me ensinou a trabalhar, a respeitar os outros. Aprendi muito com ele. Era uma pessoa espetacular. Mesmo depois de ter ficado doente, não parava de trabalhar e de escrever. Sinto muitas saudades do Chatô”, relembra Capella, o “velho”, como sempre foi carinhosamente chamado pela família, cuja união considera um dos ingredientes do sucesso da JC Representações e Publicidade desde a sua criação em 9 de maio de 1980. “Graças aos meus filhos Sérgio, diretor atual, Carlos, diretor comercial, infelizmente falecido, e a minha mulher Gesilda Capella, diretora de relações públicas, foi possível chegar até aqui com este reconhecimento” enalteceu ele.

Próximo de completar 77 anos em 30 de setembro (dia do meu aniversário), J Capella, formado em contabilidade pela Associação Cristã de Moços em 1951, acumulou ampla experiência profissional na área contábil, administrativa, jornalística, comercial e publicitária. Atuou como auxiliar de escritório nas Lojas Americanas, de 1949 a 1951, gerente da firma Cafeteira Brasileira S.A., de 1951 a 1954, contador chefe da Burroughs do Brasil S.A., de 1954 a 1958, e gerente do Boletim Cambial, de 1958 a 1959. Sempre teve interesse na área jornalística, quando foi à sede da Diários Associados, e foi contratado. Apesar de não ter exercido a profissão de jornalista diretamente, escrevendo eventualmente artigos e matérias como free lancer, começou a ter contato com a cultura da empresa de Assis Chateubriand e com profissionais como o senador João Calmon, primeira pessoa de Chatô, e Paulo Cabral, que se tornou presidente do Condomínio do Diários Associados. Teve também oportunidade de circular e fazer amizades com personalidades como Walter Clarck, Boni, Samuel Wainer, entre outros.

O legado continua: O jornalista paraibano Assis Chateubriand, mesmo 40 anos após a sua morte, continua vivo no coração de seus discípulos.

O legado continua: O jornalista paraibano Assis Chateubriand, mesmo 40 anos após a sua morte, continua vivo no coração de seus discípulos.

O Diários Associados foi uma grande escola para J. Capella. Lá foi contador da Taba Tupi Diversões S.A., assistente de direção administrativa dos Diários Associados, assistente da secretaria executiva do Condomínio Acionário da Emissoras e Diários Associados, assessor da superintendência das Rádios Tupi e Tamoio, além de pertencer a diretoria da ABERT (Associação Brasileira de Radio e Televisão). Acompanhou o trabalho desenvolvido pela SIMA (Serviço de Imprensa Associado) e pela SIRTA (Serviço de Imprensa Rádio e Televisão Associados), empresas criada pelo trio: Assis Chateubriand, João Calmon e Paulo Cabral para centralizar e intermediar a publicidade dos órgãos associados de todo o Brasil: jornal, rádio e tv. Um pioneirismo na época. Outras depois fizeram o mesmo, como a Cadeia Verde Amarela Representações, ligada à rede Bandeirantes.

Ao recusar o convite para ir trabalhar em Brasília, resolveu montar a JC. Atualmente, a JC Publicidade, conta com quatorze (14) funcionários no Rio de Janeiro, dois em Brasília, e um São Paulo, representando várias tv’s, rádios (200 a 300) e jornais (100 a 150) de quase todo o Brasil, principalmente, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Ceará. Apesar de estar crescendo o número de representantes comerciais no mercado brasileiro, ainda mais, após a mídia digital, a credibilidade junto às agências de propaganda é um diferencial. “É dificil afirmar quem é ou não idôneo no mercado. Eu recebo hoje e amanhã já estou pagando. Isso é um diferencial.” disse Capella, que considera o trabalho relacionado ao governo difícil, quando comparado com a iniciativa privada, pela demora no pagamento, e a Pereira de Souza, uma grande empresa de representação publicitária e a sua principal concorrente.

O “velho” Capella passou os ensinamentos para o filho Sergio, responsável em perpetuar o trabalho e o reconhecimento da JC.  No mercado publicitário não tem quem não conheça “Os Capella”, referência no setor de representação comercial. Trabalho e honestidade são os princípios básicos do sucesso. A fonte, agora sabemos, foi Assis Chateubriand. É, pelo jeito, o legado continua. Após mais de 40 anos de sua morte, Chatô continua presente no coração de seus discípulos. Um exemplo vivo: Jivaldo Gonçalves Capella, o Chatô da representação publicitária no Brasil.

**********************************************

Acessem o site: http://www.meionews.com.br


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: